sexta-feira, 13 de novembro de 2015

Montando o segundo casco

Nas últimas semanas concluímos  a construção das cavernas. Agora estamos montando segundo casco. O picadeiro há tempos já estava montado, nele foi assentada a quilha e neste final de semana vamos fixar as cavernas, precisaremos antes conferir o alinhamento e fazer correções se necessário.

Os furos escareados receberam massa de resina epoxi
e Aerosil. Proteção para os parafusos!

Conferindo o alinhamento.

Cavernas sobre a quilha, aguardando fixação.




Veja mais da construção em (de Dezembro 09 a Agosto 10):

quinta-feira, 29 de outubro de 2015

Fazendo os encaixes para o pau de canto

O pau de canto é um sarrafo que une as cavernas nas quinas, na altura da linha d`água. A peça é importante, pois alem de reforçar a região, facilita a junção das tabuas do forro que se encontrarão na quina. Para sua instalação é necessário fazer um rebaixo para o encaixe. Foi esta a tarefa da semana.





Pau de canto instalado no primeiro casco (fevereiro 2012)
Veja mais da construção em (de Dezembro 09 a Agosto 10):




quarta-feira, 14 de outubro de 2015

Cavernas: aparadas as quinas dos bordos

Após a montagem dos bordos das cavernas, era necessário aparar o excesso na junção da quina. Depois disso feito os bordos foram tirado, receberam cola e foram parafusados novamente. Para concluir a construção das cavernas falta fazer o encaixe do pau de canto. Depois partiremos para a montagem das cavernas na quilha.




Veja mais da construção em (de Dezembro 09 a Agosto 10):

terça-feira, 6 de outubro de 2015

Cavernas montadas

Hoje finalizarei a montagem das cavernas. Restam duas da 17 que serão fixada na quilha. Ao todo são 24 seções, mas as setes restantes serão montadas quando o cadaste e a roda de proa estiverem no lugar. A noite estará fresca e sera um prazer terminar mais esta etapa.
Para minha alegria as tarefas estão num bom ritmo e isso é bom, pois não pretendo ficar tanto tempo construindo o segundo casco. Acredito que  a experiência que acumulei até aqui facilitarão as coisas no segundo casco.



Cavernas apoiadas no primeiro casco, devidamente embrulhado
para evitar pó, folhas, dentre outros detritos voadores.
O Local é aberto, então tive que tomar esta medida 

Veja mais da construção em (de Dezembro 09 a Agosto 10):

sexta-feira, 18 de setembro de 2015

Cavernas: montando os bordos

Na parte da tarde desta sexta-feira foi  iniciada a colocação das hastes de bordo, que darão forma final as cavernas. Uma tarefa que exige bastante atenção. As caverna moldam a boca dando as linhas do casco. e cada peça tem uma medida e angulo específico. Portanto antes de montar é preciso conferir com carinho.



 Veja mais da construção em (de Dezembro 09 a Agosto 10):

Cavernas: fazendo encaixes

Nesta sexta-feira foi feriado municipal e eu aproveitei para dar continuidade na construção das cavernas.  Depois que as peças do fundo foram furadas e aparadas, foi a vez do encaixe, que possibilitará o assentamento das cavernas na quilha.






 Veja mais da construção em (de Dezembro 09 a Agosto 10):

quinta-feira, 10 de setembro de 2015

Aparando e furando

Outra tarefa feita esta semana foi aparar as uniões  das junções  das cavernas. Com um dispositivo acoplado na serra circular, meu amigo Sr. João concluiu o serviço rapidinho (veja o vídeo). Depois as peças foram furadas no centro da junção. Este furo recebera um parafuso 5/8 que fixará a caverna na quilha. Iniciei hoje os rebaixos para o encaixe das cavernas na quilha.



Vídeo


Veja mais da construção em (de Dezembro 09 a Agosto 10):

quarta-feira, 9 de setembro de 2015

Impermeabilizando



Depois do casco virado faltava uma medida fundamental para a longevidade do casco. Passar duas demãos de resina epóxi. O serviço está quase concluído! A tarefa esta sendo realizada pelo Betão, que me surpreendeu no empenho e na qualidade do serviço. 



Veja mais da construção em (de Dezembro 09 a Agosto 10):

domingo, 16 de agosto de 2015

Montando as cavernas do segundo casco!

Com o término do primeiro casco, a construção do segundo já começa a tomar forma. Atualmente estão sendo construídas as cavernas, mas especificamente as partes do fundo.
Depois de riscados e cortados os ângulos (veja mais em:
Cortado e conferido), cada viga foi aberta ao meio originando
as 
duas peças do fundo.
Veja mais detalhes no vídeo publicado no final deste post.

A junção da caverna acabada.

Duas furadeiras, uma com escareador e outra 
com a broca, agilizam o trabalho.

Esta bancada foi a primeira estrutura em madeira que construí.
Isso foi em dezembro de 2009 e ela 

continua fazendo seu trabalho com louvor.


VÍDEO

 Veja mais da construção em (de Dezembro 09 a Agosto 10):




sábado, 25 de julho de 2015

Vira, vira, vira, virooouuu!

O dia começou frio e chuvoso aqui em Extrema, MG. Mas claro isso não seria empecilho para nossa intrépida equipe, composta por mim e pelo Mario Stipanich. O Betão teve um problema, o cobertor tava muito pesado de manhã e ele não conseguiu sair da cama.
Mas contratempos e problemas climáticos a parte, não tínhamos tempo a perder. Hoje  era um dia muito importante, o dia da virada do nosso barco, do primeiro casco. Claro e eu estava bastante tenso, nunca fiz isso na vida, mas para o Mário foi moleza, pois sua experiência é muito vasta.
Na verdade foi isso mesmo, com apenas uma talha, duas vigas, alguns grampos de marceneiro e uma cinta de carga a tarefa foi concluída em três horas de trabalho. Sem estresse!
Claro, lá no estaleiro contamos com apoio de sempre do nosso amigo, sr. João, com participação especial do Cidão.
Uma coisa posso afirmar foi uma grande e prazerosa experiencia, principalmente porque na posição correta agora parece barco mesmo.

O Mário preparando a talha!

Com quase todos os apoios de bombordo retirados, está foi a última
foto do nosso barco de boca pra baixo.

E começou a virar!





Já quase virado.

Mais um pouco.


De boca pra cima.

Olha eu dentro do meu barco. A primeira vez a gente nunca esquece!




Um brinde pra comemorar!







Veja mais da construção em (de Dezembro 09 a Agosto 10):