quinta-feira, 30 de junho de 2011

Roda de proa: A novela continua

O título do post anterior esta meio inapropriado. Na verdade conclui a montagem da roda de proa, mas faltam ainda duas etapas antes de fixa-la a quilha: Chanfrar, tarefa que já esta na metade, e instalar reforços mecânicos (parafusos).
O mês de junho foi todo dedicado a roda de proa, foi uma grande e desafiadora tarefa. Até que para um publicitário estou me saindo bem na construção naval.



Veja mais fotos: click aqui

Veja mais sobre a construção no site:
http://sites.google.com/site/paratyazimute/

segunda-feira, 20 de junho de 2011

Roda de Proa acabada

No sábado (18/6) lixei o excesso de massa resultante da colagem das partes da roda de proa feitas durante a semana. O resultado do trabalho foi excelente. Para o preparo da massa eu usei resina epóxi, com endurecedor a 60%, e pó de lixadeira como espessante. O resultado foi um adesivo de alta qualidade e muito resistente. Colou, não solta! Vale os R$ 30,oo que paguei de cada quilo.
Depois de lixada a peça, a prendi na ponta da quilha (com grampos), apenas pra ver se ficou de acordo com o esperado. Me emocionei em ver a proa do meu barco.






Veja mais fotos: click aqui

Veja mais sobre a construção no site:
http://sites.google.com/site/paratyazimute/

quarta-feira, 15 de junho de 2011

Colagem da roda de proa

Na segunda a noite colei a primeira seção (13/06) da roda de proa. Com o frio a resina epóxi demorou 48 horas para curar. Hoje colei a segunda seção e está completa a montagem da roda de proa. Em ambas as junções serão instalados reforços mecânicos, porem isto farei depois de chanfrar o ângulo de ataque, a partir da linha da alefriz.As fotos a seguir são do trabalho de segunda:




O figura Reginaldo Bertolotti, foi ele que indicou a marcenaria do Sr. João para a construção do Paraty Azimute


Veja mais sobre a construção no site:
http://sites.google.com/site/paratyazimute/

sexta-feira, 10 de junho de 2011

Roda de Proa pronta para montar

Fizemos progressos nos últimos dias. Eu risquei as formas da roda de proa nas pranchas de madeira e o sr. João com sua habilidade peculiar a esculpiu na serra de fita. As peças estão prontas para serem unidas. Serão duas junções: primeiro as peças serão coladas com resina epóxi, depois do adesivo curado a uniões receberão reforços mecânicos (parafusos). Abaixo algumas fotos e um vídeo da construção da peça. Click na fotos para visualiza-las em tamanho maior.







Veja mais sobre a construção no site: http://sites.google.com/site/paratyazimute/